Até 1º de junho, o Museu da Casa
Brasileira exibe a exposição Op-Art
– Ilusões do Olhar
, com curadoria de Denise Mattar. Com mais de 200
itens no total, a exposição terá um setor dedicado à moda e à influência que a
arte ótica exerceu sobre esse campo.

 

Um dos destaques desse setor é um
vestido criado especialmente para a mostra pela estilista Martha Medeiros. A
peça, em tafetá listrado com fios de seda e lurex, é bordada na barra,
busto e ombro com renda francesa soutachada e renda renascença. O estilista
Sandro Barros também criou uma peça exclusiva para a exposição, em exibição na
mesma sala.

 

Outro destaque é a réplica de um
vestido de noite criado por Alceu Penna e Hércules Barsotti em 1960,
pertencente à coleção do MASP. Após a mostra, a peça, produzida pelo atelier de
Isabel Mascaro com acompanhamento de Patricia Sant’Anna, será entregue ao MASP,
passando a integrar seu acervo de moda, identificada como uma cópia autorizada.

 

A exposição traz ainda roupas vintage
– capa de chuva em vinil, vestidos curtos, blusa Versace –, projeção com fotos
de roupas de época e dos desfiles de Givenchy (2010), Louis Vuitton (2013) e
Marc Jacobs (2013), e acessórios vintage e contemporâneos (bolsas, óculos,
sapatos, lenços, etc).

 

 

Op-Art – Ilusões do Olhar é o primeiro panorama abrangente
realizado no Brasil sobre esse movimento, surgido na década de 1960, e
apresenta obras de arte, peças de design, publicidade e cinema, mobiliário e
objetos. A exposição, idealizada pelos doutores Marcelo e Rosana Cunha, celebra
os dez anos da Fundação Oftalmológica Dr. Rubem Cunha, através da qual realizam
trabalhos filantrópicos com foco em crianças de baixa renda e com necessidades
especiais e terceira idade. 

Horário de funcionamento: de
terça a domingo, 10h às 18h

Ingressos:
R$ 6 e R$ 3 (meia-entrada)

Entrada gratuita aos sábados, domingos e feriados

Visitas orientadas:
3026.3913, agendamento@mcb.org.br

Acesso a pessoas com deficiência

Bicicletário com 40 vagas

Estacionamento pago no local