O ativista e
chef de cozinha Jamie Oliver lançou a sua maior campanha: um abaixo-assinado
 global para pressionar os governos dos
países do G20 a garantirem o direito à educação alimentar para as crianças nas
escolas. A petição criada no site Change.org
já tem mais de 750 mil assinaturas e a mobilização acontecerá até o 4º Dia da
Revolução Alimentar (Food Revolution Day), em 15 de maio.

 

“Eu tenho
feito campanhas em diferentes países há algum tempo e começamos a ver uma
mudança real com aulas de culinárias nas escolas. Mas, agora, eu estou tornando
isso global”, disse Jamie. “De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 42
milhões de crianças com até cinco anos de idade apresentavam sobrepeso ou obesidade
em 2013 e esta epidemia mais do que duplicou desde 1980 em todo o mundo. Estes
números são chocantes e precisamos que todos – governos, empresas, famílias –
façam algo sobre isso. A obesidade, na maioria das vezes, leva a doenças
relacionadas à alimentação, como diabetes tipo 2, que podem levar a amputações,
cegueira e, em alguns casos, morte precoce. Mas a obesidade pode ser prevenida.
Eu acredito que, ao educar nossas crianças sobre alimentação, de onde vem a
comida, como cozinhá-la e como fazer compras, podemos virar o jogo sobre esta
epidemia que afeta a maior parte do mundo atualmente”, completa ele.

 

Para Oliver,
“este abaixo-assinado é o caminho para dar voz a todos que se importam com o
futuro da saúde das nossas crianças.” A petição criada pelo chef encontra-se em
​​www.change.org/JamieOliverBrasil.