A greve de
pilotos da TAP, marcada para 1 a 10 de maio, provocará enormes dificuldades aos
passageiros com voos marcados para este período. A TAP ac aba de lançar um comunicado, dizendo que  desde já lamenta todos os transtornos
causados aos seus clientes.

 

Desde que
tomou conhecimento do anúncio desta greve, a Companhia tem vindo a alertar os
clientes para estas dificuldades convidando-os a, se possível, alterar as suas
viagens para outras datas, sem custos adicionais, ou a solicitarem a
emissão de voucher do valor pago, utilizável no prazo de um ano em voos TAP.

 

A TAP tem
trabalhado incessantemente para encontrar soluções que minimizem as
consequências, mas, numa greve de 10 dias seguidos, é impossível à Companhia
resolver parte dos problemas colocados.

 

Alertamos,
desde já, para as dificuldades de atendimento, tanto nos aeroportos, como no
contact center, mas o pessoal que estará de serviço fará o melhor que lhe for
possível para resolver os problemas que sejam colocados.

 

As
informações relevantes relacionadas com a operação serão atualizadas com
regularidade em todos os canais de comunicação habitualmente
utilizados. (facebook, site)


Voos assegurados pelos serviços mínimos e restante operação

 

Estão já
definidos os voos cuja realização é assegurada pelos serviços mínimos
anunciados pelo Tribunal Arbitral de Portugal, cuja lista pode ser
consultada em http://bit.ly/1scDK0h


A TAP agradece a verificação se o voo consta da respectiva lista, que seja
reconfirmado o estado da reserva em www.checkmytrip.com,
e que nas situações em que os voos já se encontrem confirmados, efetue o
Check-in online através da nossa página através do link http://bit.ly/1FArjHd.

 

O serviço
encontra-se disponível a partir de 72 horas de antecedência do voo, podendo
este tempo ser variável de acordo com o destino. 


Os restantes voos não se encontram cancelados. Com uma média diária nos
próximos dias de 296 voos, a realização da restante operação não contemplada
pelos serviços mínimos vai depender da adesão dos pilotos à greve. 

 

Porém, há já
uma lista, também disponível em http://bit.ly/1scDK0h,
de voos para os 3 primeiros dias do período de greve que é praticamente certo
que não serão possíveis efetuar. Os passageiros reservados nesses
voos estão sendo contatados para que se encontre, desde já, as melhores
alternativas possíveis.

 

Na análise
dos voos, verificamos que muitos passageiros já terão optado por outras
alternativas, mantendo embora as reservas originais. Solicitamos que estas
sejam canceladas se já existe uma decisão nesse sentido, de forma a melhor
podermos servir e proteger todos os clientes.

 

A TAP apresenta
o seu pedido de desculpa a todos os clientes que nela confiaram e tudo fará
para ser merecedora dessa confiança