A Freeboard apresenta sua coleção Inverno 2015 cheia de
estilo, descontração, praticidade e conforto para homens de todas as idades
aproveitarem da melhor forma o dia a dia. “Nos sensibilizamos ao comportamento
comum nos dias de hoje: a falta de tempo. A agenda cheia de compromissos, o corre-corre,
a agitação nos fazem esquecer de aproveitar os bons e simples momentos. A vida
é hoje. A vida é cheia de sons, cores e sabores”, analisa Waleska Ramalho
diretora de criação da marca.

Nesse clima,
a Freeboard traz um Inverno despojado, divertido e repleto de
referências esportivas e brasileiras com foco nas regiões Norte e Nordeste do
país. As t-shirts surgem em versão tradicional e na opção slim, justa ao corpo,
para os mais modernos. Em malhas com toque suave que proporciona conforto e
sensação de bem estar para qualquer momento do dia. Nas estampas, paisagens das
melhores coisas da vida: praias, céu, pôr-do-sol, natureza…e silks que nos
trazem boas sensações traduzidas na prática de esportes, música e viagens.

As polos seguem duas
linhas, a básica com tecido e modelagem tradicional, e outra fashion –
listradas, mescla, tie-dye – com mix de tecidos, silks e cores da estação. A
grande aposta é a linha de camisaria. Confeccionada em tecidos leves (100%
viscose e 100% algodão) com excelente caimento em opções de mangas curtas e
longas, incluindo versão em denim leve.

O jeans, que
tradicionalmente agrada pela modelagem e conforto, está ainda mais leve com
denim 8 OZ e 10 OZ. Bermudas e calças em modelagens retas e skinny e lavagens
azuis, black e blue-black, além dos coloridos amarelo, azul, bordô, verde,
vermelho e salmão,  

Na cartela de cores os
tons do que temos de mais valioso na vida: vermelho, amarelo e laranja, que nos
lembra os dias ensolarados; azul, marine, verde-giz e turquesa, encontrados no
céu e no mar; e capuccino, vinho e preto que encontramos nos momentos de
diversão. O xadrez vichy também merece destaque em bermudas e camisas.

Como cenário da nova
coleção, as dunas da praia do Cumbuco, no Ceará. “A paisagem permite um certo
ar surrealista e quebra o paradigma praia x inverno”, explica Waleska. As dunas
transmitem uma sensação de paz visivelmente visto nas fotos. Carpe Diem!