Claudio Silveira e Paulo Feitosa clicados por Tânia Müller

Claudio Silveira, idealizador e organizador do Dragão Fashion Brasil,  ao lado de Paulo Feitosa, produtor
cultural e ex secretário-adjunto da
Secult, lançaram  hoje, durante o
evento, que está acontecendo  no Terminal
Marítimo de Passageiros do Porto do Mucuripe, em Fortaleza, o Projeto Mano a Mano,
que  irá promover o intercambio  entre
criadores do Brasil e da América Latina.“  Paulo é o homem da cultura, que me deu esta ideia
e ele  será o curador  deste projeto que destaca a importância da
moda autoral.”, disse Claudio

 

 
“ A  idéia é simples..O projeto é focado no
processo de criação no mundo da moda   e no
processo de formação, pautado  na função
do mercado, na função  criativa, conceitual e formativo da  moda autoral, entre criadores da América
Latina e criadores brasileiros , sob o olhar 
das artesanias  locais.  É dividido
em dois eixos : o 1ª focado na criação  e produção
o 2º , voltado para  difusão  e formação. O Dragão lançará uma convocatória  para toda AL para que um criador de moda  faça propostas 
em cima do artesanato brasileiro. Um criador brasileiro fará o mesmo
viajando para um  País da AL. Depois das
coleções  prontas,estas serão apresentadas no
Dragão Fashion 2016, com um seminário . Queremos com isto, dar uma visão mais
acadêmica  sob o processo de criação de
moda da AL ” explicou  Feitosa
 
 

A ideia é fazer uma parceria com a APEX,
 com a Abit e com universidades.” O
Ministério da Cultura, desde 2014,  passou a adotar a moda como  componente
da cultura nacional . Tivemos uma conversa com o Ministro  a dois meses, que já sinalizou. O governo do
Estado do Ceará também e,  já estão
dentro do projeto”  concluiu Feitosa